Escolha uma cor para o fundo:  


Lição 44 - O batismo bíblico

Objetivo da LIÇÃO
Evidenciar a importância e a necessidade urgente do convertido receber o santo batismo para remissão de pecados. Revelar que não é qualquer batismo, feito por qualquer líder ou em qualquer religião, que é verdadeiramente bíblico e reconhecido por Deus.

INTRODUÇÃO
Não resta dúvidas que, sem o batismo a pessoas segue em seus pecados, ainda que arrependido. Saulo tinha experimentado um encontro com Jesus, mas ainda não estava salvo. O mestre o instruiu a entrar em Damasco e lá se apresentar a um ministro da Igreja de Deus, por nome Ananias. Este lhe diria o que convinha fazer. Ananias ordenou-lhe que fosse imediatamente batizado, para se lavar de seus pecados. Paulo estava convertido, mas não remido. Muitos milhares estão atualmente em idêntica situação, não por lhes faltar um batismo, mas por aceitarem Jesus numa fé diferente, por receberem qualquer batismo, fora das Escrituras e por se incorporarem em qualquer religião. Salvação é coisa séria e todo o que aceita a Cristo deveria ser mais prudente e examinar melhor as Escrituras, não acreditando cegamente nos homens. Se julgam que foi o Deus da Palavra que os chamou, por que não se humilham diante da Palavra de Deus.

QUESTIONÁRIO
1. Que passo deve dar imediatamente todo aquele que se converteu, ou que ingressou numa religião fora da Palavra?
Ser batizado para remissão dos pecados (Atos 2:38; Mar. 16:16).

2. Quais são algumas características do verdadeiro batismo bíblico?
Ser por imersão -> Em águas correntes -> Somente para adultos -> Invocando-se o nome de Jesus - >Por verdadeiros ministros de Deus -> Na verdadeira Igreja de Deus

3. Pode um ritual onde se aplica aspersão, ser considerado batismo?
De modo algum. A palavra batismo , no original grego (baptisma), significa imersão ou mergulho. Aspergir (gr. rhantizo - rantizw - Heb. 9:13) ou derramar (gr. ekcheõ- ekcew - Atos 2:17), nada tem a ver com o verbo batizar. O falso batismo é fruto do comodismo dos que não tem o temor de Deus.

4. Desde que feito por fé, pode qualquer batismo ter validade diante de Deus?
Biblicamente só há um batismo (Efés. 4:5). Se a pessoa receber um falso batismo, ainda que com fé, este não tem validade. Ficar confiante, estando no erro, corre-se o risco de perder definitivamente a salvação ou de nunca conseguí-la.

5. Além da remissão de pecados, que papel importante desenvolve o batismo?
Nos incorpora no Corpo de Cristo, a Igreja, e na família de Deus, fazendo-nos descendentes de Abraão e herdeiros das promessas (Atos 2:41, 47; Gál.3:27-29).

6. Que importante simbolismo temos no batismo em Cristo Jesus?
Morte, sepultamento e ressurreição com Ele (Rom. 6:3-7; Col. 3:1).

7. Em que nome devemos ser batizados, considerando-se Mateus 28:19 e Atos 2:38?
Jesus ordenou a Seus apóstolos que fizessem discípulos e os batizassem, mas que primeiro esperassem em Jerusalém, pelo revestimento do Espírito Santo (Luc. 24:47-49; Atos 1:4, 8). O poder de Deus lhes possibilitaria doutrinar e guiar a Igreja em toda a verdade (João 14:26 e 16:13). Uma vez revestidos, usaram o nome de Jesus no batismo e nenhum registro há, onde tivessem usado a fórmula adotada mais tarde pela religião papal. O uso da expressão: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, foi realmente adotado mais tarde, como confessam os escritores católicos. A nota de rodapé da Bíblia de Jerusalém, pg. 1896 diz de Mateus 28:19:
“É possível que, em sua forma precisa, essa fórmula reflita influência do uso litúrgico posteriormente fixado na comunidade primitiva. Sabe-se que o livro dos Atos fala em batizar em nome de Jesus cf. At 1,5 + 2,38. Mais tarde deve ter-se estabelecido a associação do batizado às três pessoas da trindade...”.
Alguns textos bíblicos que confirmam o batismo em nome do Senhor Jesus:
Atos 2:38; 8:16; 10:48; 19:5 I Cor. 1:13

8. É correto a interpretação apostólica usando o nome de Jesus?
Sim. Neste nome temos a cura das enfermidades e o perdão dos pecados. O nome seria Jesus, pois este nome significa: Yahweh é salvação e Ele salvaria Seu povo de seus pecados (Mat. 1:21). Oséias, filho de Num, para salvar o povo, teve seu nome modificado para Jah-Oshea, Yehoshua, ou Josué. Jah é abre-viatura de Yahweh e o Oshea significa salvação. Daí o significado do nome Jesus. Yehoshua no cativeiro babilônico variou para Yeshua (conforme textos em hebraico), donde foi transliterado pelos LXX, cerca de 280 anos a. C para o grego Iesus - Ihsous, Jesus, em português.

10. Os apóstolos convidavam ou ordenavam as pessoas a se batizarem?
As pessoas evangelizadas recebiam ordem dos apóstolos a se batizarem imediatamente, diferentemente de hoje, onde aprendem não ser importante o batismo


Para mais informações:
benepocas@msn.com
Ou ligue para Min. Benedito Poças
Telef: (0XX)68.3222-7636

Voltar