Escolha uma cor para o fundo:  


Lição 45 - Incorporados na Igreja

Objetivo da LIÇÃO
Provar a importância e a necessidade de estarmos na Igreja de Deus e em plena comunhão com todos os irmãos, pois ligados na Igreja, estamos ligados no Cabeça desta que é Cristo Jesus. Permanecer fora significa estar igualmente desligado de Cristo.

INTRODUÇÃO
Placa e denominação de igreja não salvam a ninguém, é o que estamos acostumados a ouvir. Outros dizem: “Eu sou a Igreja”, tentando provar que não é necessário estar vinculado e comprometido com a Igreja. Muitos querem servir a Deus a seu próprio modo; querem “ser livres” e não ter que se submeter às autoridades bíblicas. Outros há que são contra a devolução dos dízimos e, estando desvinculados, não terão este compromisso. É o comodismo predito por Paulo, quando os homens não suportariam a sã doutrina. A verdade é que, ao aceitarmos a Jesus e Sua Palavra, temos que estar ligados nEle. Esta ligação se dá pelo santo batismo. Daí somos automaticamente incorporados na Igreja, que é uma associação dos santos e onde temos privilégios e deveres. Temos que viver em unidade e comunhão fraternal. Dependemos uns dos outros e todos de Cristo. Batismo, Ceia do Senhor, evangelismo, ordenação ministerial, oração e unção de enfermos, aconselhamento e vida em comunhão, são coisas impossíveis ao que estão de fora!

QUESTIONÁRIO
1. À luz das Escrituras, que vem a ser a Igreja? Quantas Igrejas existem?
I Cor. 12:12-14, 20, 27; Rom. 12:5. II Cor. 11:2. A Igreja é o Corpo de Cristo e obviamente que Ele só tem um Corpo!

2. Pode uma pessoa isoladamente se considerar como Igreja?
I Cor. 12:14, 20. Assim como uma parte de nosso corpo não pode se considerar como o corpo inteiro, assim uma pessoa é apenas um membro.

3. Quem é o fundador da Igreja?
Mat. 16:18; Efés. 2:20; I Ped. 2:6-8; I Cor. 3:11. Somente o Senhor Jesus Cristo.

4. Onde e quando foi fundada a verdadeira Igreja de Deus?
Luc. 24:47; Atos 1:8; 15:16, 17. Jesus reedificou o Tabernáculo de Davi e o povo de Deus, Israel, reorganizou-se, tornando-se a Igreja e verdadeiro representante de Deus em Jerusalém, há cerca de 2 mil anos.

5. Que aconteceu com a Igreja primitiva? Acabou-se na Era Negra?
Mat. 16:18; 28:20; Apoc. 12:6, 14-17. A Igreja jamais foi destruída e Cristo, por Seu Espírito, sempre esteve com ela. Foi preservada por 1260 anos da perseguição papal para cumprir o resto de sua missão.

6. De onde se originaram as inúmeras religiões protestantes?
Muitas se originaram na reforma protestante do século 16 e outras derivaram-se destas. É fácil conhecê-las pois apresentam fortes vínculos doutrinários com a religião papal. Ex.: Trindade, celebração de 25 de dezembro, imortalidade da alma, morada no Céu, etc.

7. Pode a verdadeira Igreja surgir do nada em qualquer país?
Muitos fundam suas próprias denominações e alguns vão às águas, se batizam e se ordenam por si mesmos. Evidentemente que estão ligando nada a ninguém, pois eles mesmos não são vinculados a nada. A Igreja tem que ter ministério!

8. Que significa apostasia? Por que houve divisões e heresias desde o princípio?
I Cor. 1:10-13; Rom. 16:17; Atos 20:28-30. O princípio de toda a divisão é admitir-se pensamentos diferentes em termos doutrinários ou apoiar dissensões. Todos devemos procurar ser unidos e colocarmos nossas dúvidas nas mãos do ministério. Qualquer inovação deve ser discutida e aprovada no Concílio Ministerial, antes de ser divulgada. Não aceitar quem sugere divisão na Igreja.

9) Como é possível reconhecer e ingressar na legítima Igreja de Deus?
A Igreja de Deus tem a mensagem do Reino e anuncia o legítimo Evangelho. Não segue as tradições do paganismo e da religião papal. Examinando as Escrituras, já é possível conhecer movimentos ligados à Babilônia e discernir com clareza onde está a verdadeira Igreja de Deus!
Sobretudo, é mister se sujeitar a Deus e deixar-se guiar pelo Seu Espírito Santo.
Ingresso na Igreja: Tendo o conhecimento de toda a mensagem e havendo disposição e decisão, solicitar o batismo.

10) Como devemos viver em nossos dias para não deixarmos a Igreja?
Buscar crescer no conhecimento de Deus, aprofundando-se no estudo da Palavra e vigiar para não ser seduzido pelo maligno. Viver em comunhão, firme na fé e na prática da doutrina e se relacionando plenamente com os irmãos e o Ministério. Não se deixar levar por pessoas desobedientes e contrárias ao ministério da Igreja. Muitos surgem como Coré, Datã e Abirão e, não tendo o aval de Deus, tentam dominar o povo de Deus.
Como conhecê-los? Os tais se empolgam muito no princípio, mas depois quando caem na realidade, começam a fracassar e alguns abandonam totalmente o Evangelho. É só medir a espiritualidade dos tais e você os identificará!


Para mais informações:
benepocas@msn.com
Ou ligue para Min. Benedito Poças
Telef: (0XX)68.3222-7636

Voltar